A hora é essa

Após as reflexões no Fórum Social Urbano, nos aproximando de outras lutas como pela moradia e o direito a cidade. Agora temos que reunir as forças, os companheiros e companheiras para traçar nossos rumos. Vamos colocar o questionário nas ruas, aquele elaborado junto com a Defensoria Pública, para levantar dados concretos do que vem acontecendo com os camelôs. Faremos uma ampla reunião no dia 15 de abril e vamos eleger uma coordenação do MUCA e encaminhar nossas lutas. Vamos esperar as licenças até quando? O cadastramento foi feito, mas sabemos que na área da Tijuca haverá a distribuição de TUAPs, mas no Centro e Madureira teremos que esperar, enquanto isso continuamos correndo da Guarda Municipal ou pagamos arrego, ou taxas para associações, ou d

Passeata dos camelôs da Candelária até a Prefeitura, em Julho de 2003

iárias para feiras. Precisamos construir e fortalecer uma representação autêntica, que defenda os interesses da maioria dos trabalhadores. O MUCA já demonstrou várias vezes estar ao lado dos que enfrentam dificuldades.

Com o pretexto de organizar a cidade para a Copa do Mundo continuarão as arbitrariedades do Choque de Ordem e os ambulantes continuarão a serem perseguidos, só com nossa organização e com nossa luta, através da participação em assembléias é que poderemos conquistar o respeito das autoridades e dos cidadãos. Vamos defender nosso direito ao trabalho e a cidade.
Eles deveriam colocar em ordem os serviços públicos de Educação, as escolas municipais estão piores, os hospitais e postos de saúde continuam ruins e os transportes também sempre lotados, com engarrafamentos e muito desrespeito aos cidadãos pobres na nossa cidade.
A nossa voz pode ser o MUCA depende de sua participação, o medo e a submissão constroem nossa desunião. Quando homens e mulheres enfrentarem seus problemas com coragem e determinação haverá possibilidade de conquistar uma cidade digna para nós e nossos filhos.
Convidamos a todos os trabalhadores ambulantes para reunião dia 15 de abril às 16hs na av. Presidente Vargas 502 /15º andar, no auditório da Central Única dos Trabalhadores.

Após as reflexões no Fórum Social Urbano, nos aproximando de outras lutas como pela moradia e o direito a cidade. Agora temos que reunir as forças, os companheiros e companheiras para traçar nossos rumos. Vamos colocar o questionário nas ruas, aquele elaborado junto com a Defensoria Pública, para levantar dados concretos do que vem acontecendo com os camelôs.

Distribuição do bolo de aniversário na Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro

Faremos uma ampla reunião no dia 15 de abril e vamos eleger uma coordenação do MUCA e encaminhar nossas lutas. Vamos esperar as licenças até quando? O cadastramento foi feito, mas sabemos que na área da Tijuca haverá a distribuição de TUAPs, mas no Centro e Madureira teremos que esperar, enquanto isso continuamos correndo da Guarda Municipal ou pagamos arrego, ou taxas para associações, ou diárias para feiras. Precisamos construir e fortalecer uma representação autêntica, que defenda os interesses da maioria dos trabalhadores. O MUCA já demonstrou várias vezes estar ao lado dos que enfrentam dificuldades.

Com o pretexto de organizar a cidade para a Copa do Mundo continuarão as arbitrariedades do Choque de Ordem e os ambulantes continuarão a serem perseguidos, só com nossa organização e com nossa luta, através da participação em assembléias é que poderemos conquistar o respeito das autoridades e dos cidadãos. Vamos defender nosso direito ao trabalho e a cidade.

Eles deveriam colocar em ordem os serviços públicos de Educação, as escolas municipais estão piores, os hospitais e postos de saúde continuam ruins e os transportes também sempre lotados, com engarrafamentos e muito desrespeito aos cidadãos pobres na nossa cidade.

A nossa voz pode ser o MUCA depende de sua participação, o medo e a submissão constroem nossa desunião. Quando homens e mulheres enfrentarem seus problemas com coragem e determinação haverá possibilidade de conquistar uma cidade digna para nós e nossos filhos.

Convidamos a todos os trabalhadores ambulantes para reunião dia 15 de abril às 16hs na av. Presidente Vargas 502 /15º andar, no auditório da Central Única dos Trabalhadores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s